Povos indígenas no contexto urbano e a covid-19: desafios no município de São Paulo

https://youtu.be/kLlaahyRgtI

Coleção: Instituto de Saúde

Você sabe como vivem os indígenas que moram na megalópole de São Paulo? Aliás, você sabia que eles existem? Pois esse é um dos principais problemas que eles enfrentam: ninguém nota que eles existem, e quando nota acha que não são indígenas. Nessas condições, a saúde deles também sofre. Em 1999 foi instituído o Subsistema de Atenção à Saúde Indígena como um braço do SUS. Os indígenas que mudam para as cidades para trabalhar ou estudar preservam seus modos de vida e também têm o direito à Saúde assegurado pelo SUS. Um exemplo disso é a comunidade Pankararu, que vive na região do Morumbi na capital paulista e conta com uma equipe de saúde da família capacitada para o atendimento diferenciado previsto pela Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas. Os pankararu de Pernambuco migraram para São Paulo a partir da década de 1940 e se estabeleceram na cidade como todos os demais migrantes que para cá vieram. Nesse momento em que atravessamos uma pandemia que coloca em risco a saúde de todos, essas situações de invisibilidade e discriminação se tornam mais graves. Para tratar desse assunto, o Instituto de Saúde promove nesta quinta-feira, 18 de junho, às 18 horas, um webinar sobre os Povos Indígenas no Contexto Urbano e a Covid-19: Desafios no Município de São Paulo.

Autor(es): Nayara Scalco - Instituto de Saúde Contribuidor(es): Clarice Pankararu - Associação indígena SOS Pankararu, Caroline Di Cielo - Equipe de Saúde da família Idioma: Português Publisher: Instituto de Saúde
Assunto(s): Povos Indígenas, Covid-19, Contexto urbano, Atenção à Saúde
  • Compartilhar
  • Informar um erro
    [X]
    Razão
    [X]
    Obrigado por informar este problema.
    Problemas de comunicação. Por favor tente novamente.

More related